Geração Z – Os Desafios de Atração e Retenção dos Talentos que Nasceram Conectados

 Nascida no século 21, a partir de 1995 até 2015, a geração Z são os jovens profissionais que marcam mais uma mudança de gerações.

 Conectados desde o nascimento, transitam facilmente pela tecnologia e todas as facilidades de comunicação. Geralmente antenados, possuem a informação na “palma da mão” e estão em constante movimento e aprendizado. As pessoas dessa geração pensam rápido, são agitadas e podem apresentar dificuldades de lidar com a hierarquia verticalizada, cumprimento de horário fixo e/ou rotina maçante de apenas um tipo de trabalho. Costumam realizar diversas tarefas ao mesmo tempo, lidam bem com a imprevisibilidade e não se abalam diante das dificuldades. Quase sempre abertos à diversidade e atuam bem nos trabalhos em grupo.

 Todas essas características definem não apenas um perfil individual, mas desenham o perfil dos novos talentos profissionais que estão chegando no mercado de trabalho. A geração Z, que surgiu em meio ao boom da transformação digital tem agora um papel fundamental no desenvolvimento e crescimento dos negócios, pois estão em sintonia com o dinamismo, inovação constante, desafios e a competitividade tão necessários para as empresas atualmente.

 Atrair esses talentos parece, então, ser função primordial das organizações que almejam fortalecer seus times e garantir seu desenvolvimento nos próximos anos, mas isso não é uma tarefa fácil. O recrutamento de profissionais pertencentes à geração Z tende a fugir do convencional, sobretudo pelas expectativas que essas pessoas carregam ao avaliarem uma proposta de trabalho.

 É essencial que as empresas que buscam por esses perfis realizem internamente uma constante adaptação da cultura organizacional. É normal e esperado que aconteça um choque de gerações, afinal, estamos falando de perfis antagônicos, em alguns aspectos, porém, ultrapassando essa barreira, construir equipes que sejam compostas por profissionais de diferentes gerações, que utilizem suas diferentes características de forma complementar e harmônica, é muito rico para o sucesso do negócio.

 Para atrair os talentos da geração Z é necessário oferecer algo que seja, de fato, importante para eles. Para isso, é fundamental considerar os principais aspectos que prendem a atenção e determinam desafios concretos. O aprendizado constante, a autonomia, boas remunerações e horários flexíveis são alguns exemplos de ações que podem ser colocadas em prática para aumentar a atratividade, mas apenas elas podem não ser suficientes.

 É necessário implementar uma cultura de comunicação realmente eficiente. A geração Z busca conhecimento a todo instante e baseia suas escolhas nas informações que recebe. Devido a isso, ambientes corporativos que apresentam uma gestão transparente, que prezam por compartilhar estratégias e ouvir opinião da equipe para tomada de decisão é extremamente atrativo para os profissionais que integram essa geração, pois fortalece o senso de importância e pertencimento.

 Também é interessante que haja investimento em processos bem estruturados de feedback, pois contribuem não apenas para motivar os jovens talentos, que geralmente apresentam autoestima elevada e precisam de reconhecimentos constantes, mas também para moldá-los, auxiliando-os a encontrar um equilíbrio no perfil profissional e a desenvolverem resiliência a autocrítica apurada.

 Além disso, boas propostas salariais precisam ser acompanhadas de plano de crescimento. O profissional da geração Z geralmente é ambicioso, mas prioriza trabalhar em projetos ou atividades que gosta. O salário importa, desde que acompanhado de um pacote interativo de possibilidades. Inclusive, visualizar o crescimento é uma das forças de atração para jovens Z, pois, como empreendedores natos, seu espírito inquieto, sedento de conhecimento e realização, vai cada vez mais sentir a necessidade de subir degraus.

 A chegada da geração Z ao mercado nos convida, novamente, a repensar as estruturas e políticas de Recursos Humanos. Isso não implica em ceder aos “caprichos” dos mais jovens, mas usar da visão desses profissionais para tornar os ambientes corporativos cada vez mais benéficos e inovadores. Esse é o futuro.

Perroni Consultoria

Perroni Consultoria

Somos uma consultoria de Recursos Humanos especializada em processos estratégicos de recrutamento e seleção e soluções de gestão de pessoas no segmento jurídico.

Compartilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Posts anteriores

#10 Podcast – Plano de Sócios

Olá, olá. Mais um podcast no ar! Neste episódio o nosso sócio-fundador Eduardo Perroni recebeu Ricardo Oliveira, sócio e diretor comercial na Perroni Consultoria. Em uma conversa

#09 Podcast – Transformação Digital

Olá, olá. Mais um podcast no ar! Neste episódio o nosso sócio-fundador Eduardo Perroni recebeu Leonardo Toco, especialista em transformação digital e Leandro Gonzales, scrum master e

Assine a nossa newsletter