KPIs – Key Performance Indicator

Avaliar o desempenho das estratégias da organização é muito importante. Para isso podemos contar com os KPIs. Key Performance Indicator (KPI), é uma forma de mensurar se o desempenho de uma ação está atendendo a expectativa esperada.

Não podemos, entretanto, confundi-lo com métrica. Enquanto os KPIs são indicadores essenciais para a gestão da empresa, a métrica é apenas algo a ser medido.  Porém, se essa métrica se torna importante para uma tomada de decisão, ela passa a ser acompanhada e pode se tornar um KPI.

Através dos KPIs, conseguimos mensurar diversas áreas da empresa e envolver toda a equipe para focar nas estratégias alinhadas pela gestão. Caso o cenário aponte para um desempenho abaixo do esperado, é possível para os líderes acompanharem e definirem os próximos passos. Além disso, permite que os funcionários percebam o quanto a sua participação é importante para conquistar o sucesso esperado.

Existem vários tipos de indicadores que podem ajudar na estratégia da sua empresa, mas a maioria deles só fará sentido se no dia a dia forem bem acompanhados. Deverá ser levado em consideração os interesses da organização enquanto informação e gestão para a escolha do KPI a ser analisado.

Para definir um KPI efetivo a ferramenta utilizada para captar os dados, equipe ou pessoa selecionada para fazer a coleta e análise são essenciais para alcançar o objetivo esperado. Os passos abaixo devem ser seguidos para a construção de um KPI:

  • Defina qual objetivo e metas deseja alcançar – usar a metodologia SMART nesse momento pode contribuir muito com o processo. Ela ajuda você a definir expectativas claras e objetivas ​​para maximizar suas chances de alcançá-las. A metodologia SMART é um acrônimo, e cada letra da sigla identifica um componente essencial da definição efetiva de metas como: específico, mensurável, atingível, relevante e temporal.
  • Desenvolva o KPI – é importante que o indicador esteja diretamente ligado ao objetivo definido. Observe se ele pode ser mensurado, se é relevante para o seu negócio e se ajudará a fazer escolhas inteligentes no dia a dia.
  • Mensure os dados – defina a melhor forma e colete os dados periodicamente. Além de construir um histórico, isso permite que você acompanhe e intervenha nas estratégias, caso necessário. Escolha ferramentas que te possibilite armazenar e tratar as informações de forma simples, de fácil acesso e visualização.
  • Faça a análise das informações – através da análise é que a empresa poderá corrigir falhas nas estratégias adotadas, erros nos processos e fazer adaptações para alcançar resultados cada vez mais eficientes.

Para se ter uma boa gestão dos KPI´s opte por:

  • Prefira as informações em taxas a dados brutos, pois facilitará a análise da evolução do KPI ao longo do tempo.
  • Utilize o critério da relevância, defina bem os KPIs e seja estratégico.
  • Faça testes diários com os KPIs definidos, pois mudanças no dia a dia podem torna-los inviáveis.
  • Avalie o alinhamento das estratégias e adapte o KPI ao plano da empresa sempre que necessário.
  • Comunique o andamento do processo às equipes. A partir do bom gerenciamento e comunicação, é possível tornar um plano de ação mais objetivo e dinâmico na organização.

Em resumo, indicadores são importantes porque possibilitam um diagnóstico sobre o que pode ser mensurado de positivo ou negativo nas ações adotadas, sempre visando as melhorias. Com isso, a correta análise dos KPIs vai aperfeiçoar a operação da organização, bem como o seu posicionamento no mercado.

Karine Duarte

Karine Duarte

Graduada em Administração de Empresas pela Funorte de Montes Claros, com MBA em Gestão Estratégica de Pessoas e Coach pela Sociedade Brasileira de Coaching. Headhunter especializada no segmento jurídico.

Compartilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Posts anteriores

Matriz BCG

Já ouviu falar da Matriz BCG?

A Matriz BCG consiste em uma técnica desenvolvida para analisar o desempenho e o ciclo de vida de produtos/serviços. Ela foi desenvolvida na década de

Assine a nossa newsletter